domingo, 15 de maio de 2011

BUSCA

Então...

as fronteiras não eram rígidas
elementos
e termos se misturavam
artistas
e crianças coroadas com cerejas
criavam o mundo a cada instante

Está na Bíblia


12 comentários:

  1. Solange disse...
    um mundo sem regras, em que todos se respeitavam..

    bjs.Sol

    14 de maio de 2011 10:16
    marilenazog disse...
    nice curly hair and a great garland of flowers decorating the child 's head....Spring is here...

    14 de maio de 2011 12:42

    ResponderExcluir
  2. this must be a picture of you.....perhaps....great photo with the kind help of a mother...going through old family albums...

    ResponderExcluir
  3. [nem fronteiras, nem horizontes, nem as margens distantes do mundo: nenhuma, nenhuma delas é definitiva, nem tão certa como a cada batida do coração...]

    um imenso abraço. Eliane

    LB

    ResponderExcluir
  4. Marilena,

    Thanks for your comments in my blogs.
    The photo with the child it´s me like grand mother and my grandchild madrileña. She is born in spain.

    ResponderExcluir
  5. Leonardo,

    que verdadeiro o nome de seu blog.
    É isto _ nem fronteiras nem horizontes...
    Sou mineira, e vou tomar posse como de direto da expressão "confins", de nosso Guimarães Rosa.
    Para além de... onde estamos, sempre para além de, em outras palavras, seres transcendentes.

    ResponderExcluir
  6. Cristy,

    I loved your visit and words.
    Don´t worry too much with weigh.
    Breathe.
    "Um abraço" from Brasil

    ResponderExcluir
  7. Thank you, Your writing has helped me,,
    i like this blog,,
    By Lose Weight Fast

    ResponderExcluir
  8. MANDA,
    THANKS YOU.
    I`M FOLLOWING YOUR BLOG.
    UM ABRAÇO

    ResponderExcluir
  9. http://nsa20.casimages.com/img/2011/05/24/110524080053316279.jpg

    Muchas felicidades por esta página maravillosa.
    Les deseo todo lo mejor

    Un abrazo

    ResponderExcluir
  10. acabo de descubrir tu blog y me ha gustado mucho tu estilo...muy buen blog de verdad!=D
    un besazo enorme
    xx

    ResponderExcluir
  11. Eliane, vim e senti-me muito bem aqui. Doces palavras.
    Um abraço
    oa.s

    ResponderExcluir