quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Não mais posso perder

Meu pai se foi, e a morte de minha mãe me deixou duplo órfão. Susi e Aliguiere, minha irmã mais velha e meu cunhado me acamparam e criaram. Partindo os dois  fiquei sozinho até encontrar Rose.  Encanto e amor nos casamos. Três filhos. O primeiro veio com ela, de outra união. Quando Rose se apaixonou por Pedro e  comunicou que me deixaria não suportei. Muita conversa diasdias turbulentos noites insones. Ficamos juntos. Nós  três.












3 comentários:

  1. as artimanhas do amor..

    matando a saudade daqui..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  2. La vida enseñando que nada es para siempre, salvo lo que uno es capaz de sentir

    ResponderExcluir